Quadro de Excelência 2011

Realizou-se no passado dia 30 de setembro a cerimónia de entrega dos prémios dos Quadros de Excelência das Escolas de Mangualde. Os Quadros de Excelência distinguem os alunos que, no final do ano, obtiveram nível 5 a todas as disciplinas, a todas menos uma e, no caso do Ensino Secundário, aqueles que alcançam uma média não inferior a 18 valores.

No 2.º Ciclo guindaram-se ao Quadro de Excelência os alunos Hugo Miguel Costa Luiz, Beatriz Costa Marques, David Almeida Lopes, Hugo Costa Loureiro, Mariana Marques Costa, Ana Rita Salgado Matos, Daniel Lopes Francisco, Pedro Azeredo Almeida Magalhães, Bárbara Marisa Costa Pereira, Filipa Margarido Pais, Carla Sofia Lopes Ribeiro, Daniela Filipa Nascimento Pinheiro e Ana Sofia Marques Henriques.

No 3.º Ciclo os alunos distinguidos foram: Maria José Pinheiro Carvalhão, Ana Margarida Ferreira Carvalho, Ana Carolina Coelho Ferreira, Ana Rita Amaral Albuquerque Costa, Diogo da Cunha Cabral, João Pedro Rodrigues Monteiro, Inês Almeida, Alberto Adelino Bicho Borges e Daniel Filipe Ramos Silva.
No Ensino Secundário os melhores alunos foram: Maria Inês Lobo Almeida, Cláudia Maria Reis Sanguinete Costa, Nuno Miguel da Silva Rodrigues, Henrique Silva Fernandes, Mariana Raquel Sobral Amaral, Ana Maria de Albuquerque Cabral e Jéssica Lopes Figueiredo.

Foram também entregues os prémios pecuniários instituídos pelo Crédito Agrícola do Vale do Dão e Alto Vouga. No caso do 2.º Ciclo o prémio coube ao aluno Hugo Costa Loureiro, no 3.º à aluna Ana Rita Amaral Albuquerque Costa e no Secundário à aluna Cláudia Maria Reis Sanguinete Costa.

Finalmente, foi entregue o prémio Felismina Alcântara, instituído pelo Rotary Club de Mangualde para distinguir o aluno com mais alta média no Ensino Secundário, cabendo o mesmo à aluna Maria Inês Lobo Almeida.

A cerimónia que, para além da Direção das Escolas, contou com a presença do Presidente da Câmara, do Presidente do Rotary de Mangualde e do Administrador do Crédito Agrícola, pretendeu incentivar o gosto pelo trabalho e, como referiu o presidente do Rotary, citando Camões, mostrar que “as coisas árduas e lustrosas se alcançam com trabalho e com fadiga”.

Esta entrada foi publicada em Destaques com as tags , , . ligação permanente.